quinta-feira, 16 de julho de 2009

Shakespeare para iniciantes


Desde de terça passada Fernando Meirelles nos deu um presente com a adaptação da série Slings and Arrows. Conta num tom comico como Oliveira (Pedro Paulo Rangel), um diretor decadente que é atropelado por um caminhão de presunto em seu lugar como diretor artistico do Municipal entra Dante (Felipe Camargo) que fez sucesso teve uma sincope e sumiu. Dante conversa com o falecido Oliveira e remonta Hamlet, sendo uma referencia ao proprio Hamlet. Felipe Camargo depois da fama de drogado, volta com vigor e brinca com a fama de louco de Dante e nos divertimos quando percebemos que é blefe. Também no elenco tem Ellen (Andrea Beltrão) que foi apaixonada por Dante e fazia Ofélia na temporada em que ele teve um ataque, Maria Flor como Kátia a iniciante talentosa e Daniel de Oliveira como Jacques um ator de novela que se mostra sem talento e surpreente. A instabilidade de Dante em meio a sua sensibilidade e ser o alter ego de Hamlet tornam a série uma grande descoberta. Uma cena que ficará como marca é quando Dante direciona Jacques para fazer o clássico "ser ou não ser" mostrando que tem duas saídas ou Hamlet esta se fingindo de louco para os guardas do castelo ou ele esta fazendo para si mesmo. E nesta cena Jacques começa a entender o famoso personagem de Shakespeare. Também linda a cena em que Ellen e Dante mostram como é dificil ser ator, lidar com criticas negativas, medo de esquecer o texto e Ellen pergunta por que não aprendeu a fazer pães e doces. Então ele a olha no olho e diz: DANTE - Ah, você seria a Prima Dona da padaria. O portugues ia ficar desesperado, porque você ia chegar atrasada todos os dias. E todos lá iam te odiar porque você ia ser chata, mesquinha.. mas teriam filas quilométricas de gente esperando pra comer seus paezinhos deliciosos.
E na ultima apresentação Dante ainda mostra qual seria a premissa de Gertudres que Ellen fará contando como viu Ofélia se afogar, sendo então um grande momento da diva da equipe. No primeiro capitulo tivemos surpresas como a dupla de Tango e Tragédias fazendo os homens que cuidam do corpo do Oliveira no necrotério. Alias uma outra ideia brilhante da série um dos pedidos do falecido diretor é que tirem sua cabeça e a carne para usar sua caveira na estreia de Hamlet. Então Dante quando conversa com a caveira coloca umas jujubas na boca desta dando um tom sarrista. Ou a engraçada sequencia que Oliveira agradece uma empresa e o dono diz que esta ajudando o teatro como sua filha que desenhou um ponei no telhado, ele também dará Shakespeare para os ignorantes em suas próprias palavras.
Sem falar nos atores que faziam a propaganda da Brastemp, Arthur Kohl e Wandi Doratiotto fazendo os gays afetados da equipe que chegam até apostar se Jacques também seria do babado. E não podemos deixar de falar de Naum de Gero Camilo como o zelador apaixonado pelo Municipal e sabendo de cor peças e cenas. Na última ele diz achar Mac Beth apenas a história de um psicopata.
Como diria Shakespeare "a vida é cheia de som e fúria e significa nada".



4 comentários:

JúNiOr_DeSeNhO disse...

Cara!! Muito boa a mini-série!!! Assisto sempre que posso, pena que ainda não consegui assistir um capítulo todo... Mas espero sair em dvd!!!

Pablo Feliciano da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ruby disse...

Oi! Nada a ver com o post, pois nem vejo a minissérie. Como vc é fã de Jeanne Moreau, queria que por favor me informasse o nome de um filme em que ela vai trabalhar numa mansão, casa de campo, acho e se afeiçoa a uma garotinha que mora la na casa e morre com marcas de violencia sexual, ela desconfia do jardineiro, vi há algum tempo, mas não lembro o nome do filme, se puder, me informa, obrigada antecipado.

Zenon disse...

Meireles acertou em cheio na escala do elenco e está dirigindo com maestria embora os textos deixem a desejar , comentários como o de Dante sobre Ellem fazer doces na padaria são fraquinhos demais e são um exagero de adaptação , no mais tenho curtido muito,Pedro Paulo está impagavel..!