segunda-feira, 18 de maio de 2015

CROACIA - COZINHA E MEMORIA DALMATA

 

Recebe 800 cruzeiros turísticos, banhada em sua água verde/azul-turquesa cristalina entre cafés e boutiques em com aparência de “old town”. A descrição que parece de uma ilha do mediterrâneo, na verdade é da Croácia. Este povo que tem orgulho de sua cultura, a mantém viva por meio da música, contos folclóricos, costumes, danças e rituais.

Ao Norte, na divisa com a Hungria, os pratos são mais próximos dos germânicos, com o uso de repolho e carne de porco. Na fronteira Sul com a Bósnia, há uma forte influência turca e islâmica, que incluem carnes, legumes e doces feitos de mel e semolina. Já a parte insular no mar Adriático, chamada de Dalmácia, traz o ar da cozinha mediterrânea, usando os peixes como base. E justamente da Dalmácia que vamos experimentar os sabores no blog.

A autora Kátia Gavranich Camargo conta um pouco das receitas da sua Baba nascida na Dalmácia. Neste livro encontramos uma mistura de receitas mediterrâneas, italianas e russas. Desde um Goulash de lula, Sarma (Repolho recheado) até nosso Risoto de frango e páprica. Sabores de um lugar frio, mas se depender de sua culinária, parece bem caloroso.

Achei legal a gente ver este livro porque a parte da estante da livraria que mais gosto é a de livros de culinária internacional. Acho que quando você vai num restaurante de outro país, o importante é entender como ele funciona. No livro, vimos, claramente, que o frio e a influência dos países vizinhos é fundamental. E o fato de cozinhar algo até desconhecido faz você se testar como cozinheiro e pessoa.

Cracia__2_

 

Rizoto od Piletine

(Rijoto od piletine) Risoto de Frango

Tempo de preparo: 45 minutos

Rendimento: 6 porções

 

Ingredientes:

·         2 xícaras de arroz arbóreoCracia

·         2 colheres de sopa de manteiga

·         2 colheres de sopa de azeite

·         300 g de peito de frango

·         ½ limão-taiti

·         1 cálice de vinho branco seco

·         3 colheres de sopa de alho-poró picado

·         1 cenoura pequena cortada em rodelas

·         1 tomate sem pele e sem sementes

·         2 folhas de louro

·         2 cebolas pequenas

·         4 dentes de alho

·         3 colheres de sopa de azeitonas picadas

·         2 colheres de extrato de tomate

·         1 colher de chá de orégano

·         1 colher de chá de páprica doce

·         3 colheres de sopa de parmesão ralado

 

Modo de Preparo:

Lave bem o frango em água corrente e coloque-o em um prato fundo. Tempere com páprica doce, uma pitada de sal e o suco de meio limão.

Cubra com filme plástico e reserve.

Em uma panela adicione cerca de dois litros de água, uma cebola pequena em rodelas, o alho-poró, a cenoura descascada e cortada em rodelas, o louro e uma pitada de sal. Quando a água começar a ferver, insira o peito de frango. Desligue quando o frango estiver cozido, aproximadamente 15 minutos. Retire o frango, desfie e reserve.

Em outra panela, refogue a cebola e o alho na manteiga e no azeite. Acrescente o tomate e refogue até desmanchar. Em seguida, coloque o arroz e mexa bem. Acrescente o frango desfiado, a folha de louro, a páprica doce e junte o cálice de vinho, mexendo bem até reduzir o líquido. Acrescente o extrato de tomate e incorpore todo o arroz e o frango, continuando a mexer bem. Acrescente as azeitonas picadas e misture. Coloque uma concha do caldo de frango neste refogado e continue mexendo. Assim que perceber que o caldo secou, repita a operação. Faça isso por umas 5 vezes, mexendo sem parar, até o arroz ficar al dente. Se necessário, acrescente um pouco de água e meio cálice de vinho, para que fique bem cremoso. Por fim, acrescente o orégano, a salsinha e o queijo ralado, mexa bem para misturar tudo e... está pronto. Como acompanhamento, sugiro salada de folhas verdes e tomates.

Lembranças

Minha Baba preparava o risoto com arroz agulhinha, também muito saboroso. Na minha infância, os arrozes próprios para risoto eram raridade.

Avaliação da Receita: Foi um risoto bem diferente do italiano que estamos acostumados. A páprica dá um sabor especial. E o frango faz a receita ficar mais acessível.

 

croacia

CROACIA - COZINHA E MEMORIA DALMATA
Autor: CAMARGO, KATIA GAVRANICH
Fotógrafo: MARTINOVICH, PETER
Fotógrafo: HONG, EDSON
Idioma: PORTUGUÊS
Editora: ESCRITURAS
Ano: 2014
Código de Barras:     9788575316306
ISBN:     8575316303

Nenhum comentário: